Re-edição

Como um homem nunca está só senão consigo próprio, retoma-se  a longa jornada carbónica.
A ausência pode justificar-se, mas seria estúpida tal justificação (não julguem, agradeçam à minha arrogância, essa vadia)

Portanto, vós Carbónicos, se aguardaste ou não, pouco me importa..farão uma festa, depois de organizado o funeral?..

Oh pobre Ironia…

Essas lágrimas só farão sentido nas minhas várzeas…

Advertisements

About this entry