Poesiaemdia: XVI – Incerteza

Todos os dias só passagem,
Idas para algures, partidas
Para estar sempre em nenhures
Em perpétuo movimento

Um objecto sem massa
Talvez o algo de Schrödinger
Ou o princípio da incerteza de Heisenberg
Não podem saber onde estou
Mas conhecendo a minha velocidade
Ou, saber onde estou
Mas desconhecer a minha rapidez…
Nunca sabendo as duas…
“O Princípio da Incerteza”

Advertisements

About this entry