Peles

Faz uns dias, fui ao meu vestuário e decidi pegar na pele de ser humano, vulgar, comum, nada mais que um homem regular. Como vem aí o frio, de certo que não foi a melhor escolha, mas esta pele permite-me sempre usar acessórios, um casaco ou um gorro para proteger a minha cabeça. Ah as possibilidades!!
Alergia, esta pele tem me dado alergia, de tantas vezes e tanto tempo que já a enverguei e desta vez deu-me alergia… estranho, eu costumo lavá-la com regularidade, passar um hidratantezinho para ela não secar e se estragar, custou-me os olhos da cara, literalmente!
Tanta comichão que nem consigo estar quieto no meu lugar, de tão desconfortável que ela me assentou desta vez, eu normalmente só a uso quando saio à rua, excepto quando tenho companhia em casa. Andar sem pele perante os restantes humanos sempre os assustou.
Vá nunca a ninguém me fio absolutamente sem qualquer pele, tenho bastantes pelo meu armário, uma ou outra com um corte ou uma mancha negra mas vai dando para o gasto. Nem quero imaginar o que aconteceria se me vissem sem qualquer das minhas peles…
Só que esta alergia ultimamente começa a criar a ideia na minha cabeça de que a vou ter que remover, depelar, e ver o que se passa no seu interior. Tem sido para mim tão estranho andar com esta pele. Esta pele humana, as vezes irrita-me um pouco e tenho vontade de abrir o fecho e apanhar ar, ir até a praia, ver o mar, até me banhar talvez…
Tantas peles que já usei, e visto tantos dias quando saio de casa, se calhar só tenho que remodelar o meu guarda-roupa.
A verdade é que esta pele humana me tem deixado desconfortável…

Advertisements

About this entry